ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

voltarVoltar

Email

Informativo

24 de Maio de 2019

Webinar irá apresentar novo formato de Consulta Pública

Próxima edição será na próxima segunda-feira (27/5), a partir das 15h. Participação no Webinar não precisa de cadastro prévio.

Na próxima edição do Webinar Anvisa será apresentado o novo formato de Consulta Pública referente à revisão do Marco Regulatório de Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos e serão esclarecidas as dúvidas sobre o assunto. O seminário virtual ocorrerá na próxima segunda-feira (27/5), a partir das 15h.  

O novo formato a ser apresentado internalizará os guias de Boas Práticas de Fabricação de medicamentos do Esquema de Cooperação de Inspeção Farmacêutica (Pharmaceutical Inspection Co-operation Scheme – PIC/s), já adotados por 47 países. Vale ressaltar que não se trata da construção de um novo guia inédito, mas que os formulários que serão apresentados e disponibilizados para Consulta Pública trazem diferenças quanto ao padrão que vem sendo empregado pela Anvisa. 

Além de apresentar o novo formato, a proposta desta edição do Webinar é introduzir o mecanismo dinâmico de perguntas e respostas criado especialmente para dirimir as dúvidas de todos os interessados em relação à interpretação ou à aplicação do texto proposto. 

Participação 

Para participar do Webinar, basta clicar no link abaixo, na segunda-feira (27/5), a partir do horário agendado. Não é necessário ter cadastro prévio. 

Webinar

O Webinar é uma ação da Gestão do Conhecimento da Anvisa e tem por objetivo fortalecer as iniciativas de transparência ativa da Agência, levando conteúdo e conhecimento atualizado ao público externo. O seminário virtual é o formato adotado para discussão dos temas técnicos da Anvisa, com a participação e interação com seus usuários em tempo real. 

A transmissão é via web e a interação com os participantes é feita por um chat disponível durante o seminário. A gravação do evento fica disponível para visualização, no mesmo link da transmissão, mesmo após o seu término. 

Fonte: Ascom/Anvisa