ImprimirImprimir

Tamanho da fonte fonte fonte

voltarVoltar

Email

Informativo

29 de Abril de 2019

Falsificação de medicamento: Anvisa participa de evento

 

Seminário internacional reúne representantes de países ibero-americanos, com o intuito de promover o intercâmbio de informações e conhecimentos sobre o tema.

ANVISA
Publicado: 29/03/2019 
 

Nesta semana, representantes da Anvisa estão participando do seminário “Avanços na Luta Contra Medicamentos Falsificados e Fraudulentos”, promovido na Colômbia pelo governo da Espanha. O evento reúne pontos focais técnicos dos países ibero-americanos e tem como objetivo promover o intercâmbio de informações e conhecimentos a respeito das atividades nacionais, desafios e Boas Práticas no combate a medicamentos falsificados.

A Anvisa apresentou as ferramentas legais e regulatórias disponíveis no país para prevenir e responder a casos de medicamentos falsificados. Também descreveu estratégias e ações de fiscalização realizadas nos últimos anos. Representantes da Agência apresentaram ainda os resultados alcançados pelo grupo coordenado pela Anvisa no âmbito do Mecanismo de Estados Membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre produtos de qualidade inferior e falsificados, que tem como objetivo preparar materiais de treinamento e documentos-guia para fortalecer as capacidades das autoridades reguladoras na prevenção, detecção e resposta a estes produtos.

As recomendações e conclusões dos especialistas, incluindo representantes da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e da Interpol, são posteriormente comunicadas à Rede Ibero-Americana de Autoridades de Medicamentos (Rede EAMI), como subsídios para orientar suas atividades futuras.

De acordo com a OMS, medicamentos com problemas de qualidade e falsificados representam aproximadamente 10% dos produtos farmacêuticos que circulam nos países em desenvolvimento, com sérios riscos para a saúde dos consumidores e um impacto financeiro estimado em 30 bilhões de dólares.

Saiba mais acessando informações sobre produtos irregulares da Anvisa: http://portal.anvisa.gov.br/produtos-irregulares/-/produtos/#/.

Veja também os alertas da OMS sobre produtos falsificados: https://www.who.int/medicines/publications/drugalerts/en/.